Maciço da Juréia

A beleza está escondida em tudo, basta aprender a observar.



📌 Costão da Juréia 

Local: Estação Ecológica da Juréia, Barra do Ribeira, Iguape-SP



▪ Como Chegar: Saindo de Iguape, seguir pela serrinha (estrada asfaltada) por 18 km até a balsa. Descendo da balsa, seguir até a praia e, já na areia, seguir à esquerda por aproximadamente 18 km.

▪ Muita atenção quando estiver dirigindo pela areia, além de diversas espécies de aves você vai encontrar muito resto de madeira fincados na areia. Dirija devagar e com responsabilidade.



DICA 1: IMPORTANTÍSSIMA - Caso seu carro não seja 4x4 deixe ele antes de entrar na praia, onde outros carros também estarão parados, o risco de atolamento é altíssimo. 

Na alta temporada há aluguel de bug. Outra opção é seguir de moto ou, se você tiver disposição, até de bike... Muito melhor que estragar o passeio com carro atolado.


💵 Entrada: livre
🏕 Hospedagem: Não há nenhum tipo de hospedagem por lá
🍔 Quiosques: Não há nenhum lugar que venda comidas e bebidas.




Trilha do Telégrafo: No Costão inicia-se uma trilha que leva ao Guaraú (Peruíbe), essa trilha passa pela Barra do Una e Rio Verde mas, por ser uma área de proteção ambiental não é aberta ao público. Para acessá-la você precisará de uma autorização e acompanhamento de monitor ambiental.

▪ Contatos para agendar a travessia:

Telefones: (13) 3257-9243 - (13) 3257-9244
E-mail: ec.jureiaitatins@fflorestal.sp.gov.br

Mais informações pelo site



DICA 2: Consulte a tábua das marés antes de seguir até lá, e de preferência chegue cedo. Só assim você conseguirá aproveitar todas as belezas do maciço. 

Muita gente reclama da dificuldade em se chegar lá, mas eu acho importante pois isso garante a preservação do local e, apesar de todo o cuidado, garanto que vale muito a pena, então não deixe de ir.

Para conhecer minha aventura completa por esse santuário natural dá uma espiada AQUI


You Might Also Like

2 comentários

  1. Parece perto e rápido caminhar naquelas pedras até chegar a ponta e ir outro lado...Só que não, há muitos obstáculos e muito perigoso não é para qualquer pessoa andar ali, tem pedras que são como navalhas muita atenção onde e que tipo de pedra pisar para não haver acidentes, uma queda ali entre pedras e mar pode ser fatal, tem trecho que você é obrigado a explorar o morro e evitar o contato com tipo de plantas espinhosas que rasgam a pele e bichos que temos que evitar toca-los e machuca-los também. Eu e mais 2 amigos chegamos lá na ponta realmente é magnifico o lugar, o dia estava nublado, e quando retornamos pelas pedras retornamos com chuva imagine andar ali com chuva e o mar muito avançado que batiam nas pedras com força que chegavam a altura altas... Lugar lindo faria tudo novamente.

    ResponderExcluir
  2. Uma correção! Temos que evitar toca-lo nos bichos para que não os machuquem.

    ResponderExcluir