Cananéia...

Quero avisar que não vai ser exatamente uma matéria sobre Cananéia... Dizer que o que vou escrever e mostrar Cananéia seria muito injusto, afinal não circulei pela cidade, apenas dei uma volta pelos arredores da balsa em uma rápida pausa para o almoço.

De qualquer forma vi e fotografei belas paisagens e gostaria de compartilhar isso com vocês!
Tudo esclarecido? Então vamos lá...


Nosso passeio começa aqui, no Boqueirão Sul, à espera da balsa neste charmoso cantinho com prainha, areia branca e um brilhante sol de inverno.


O passeio de balsa, por si só, já é um espetáculo... Neste curto percurso, de uns 10 minutos de travessia, para onde se olhe a paisagem é deslumbrante!

 O mais emocionante foi quando os golfinhos começaram a emergir ao redor da balsa... Fiquei tão encantada que, infelizmente, nem me lembrei de fotografar.

Fico devendo esta foto, prometo!


O trânsito de barcos, lanchas e  escunas é intenso por aqui já que é através deles que se chega aos paraísos que circundam a cidade.


Às margens deste braço do mar encontrei casas maravilhosas que dão um charme todo especial ao lugar... São construções luxuosas, com pier próprios e embarcações. Um luxo!


A medida que vou me aproximando da cidade o cenário se transforma totalmente e, as belas mansões, dão espaço para os barcos de pesca.

A pesca é uma das principais fontes de renda dos moradores de Cananéia além, é claro, do turismo. Portanto, aqui você encontrará muitos barcos pesqueiros, pescadores, mercado de pescados (creio ser um tipo de cooperativa onde os pescadores comercializam seus produtos) e muita, muita agitação!


A porta de entrada (se vier de balsa) é aqui no Pier Municipal, um ponto importante da cidade já que é aqui o ponto de partida das escunas, lanchas e barcos que trafegam e transportam pessoas para as ilhas, casas e atividades pesqueiras.


Caminhar pelas ruas de Cananéia é se transportar através da história... As construções antigas, o calçamento, a arquitetura, tudo nos remete ao passado e transforma esta charmosa cidade em um lugar mágico.


Ruas estreitas e charmosos becos emoldurados por imponentes construções, sempre levam à lugares incríveis...
Este, com as construções muito próximas e riquíssimas em detalhes me levou a um pier à beira-mar com muitas embarcações e calçamento estreito mas muito agradável para um passeio numa bela tarde de inverno como esta.


Cananéia é famosa, também, pelos maravilhosos restaurantes que oferecem deliciosos pratos típicos de peixes e frutos do mar. Vale a pena experimentar!

Depois da pausa para um delicioso robalo ao molho de camarão, segui pela ladeira de paralelepípedo rumo à balsa, afinal já era finalzinho de tarde e, infelizmente, não teria tempo para um passeio mais longo...


Mas tive tempo de dar uma passadinha por esta praça, que apelidei de Praça dos Canhões, que é famosa na cidade por exibir estes canhões que foram usados para retomar a cidade na época da ocupação.


Agora vou me despedindo, pois meu rumo é para lá, logo depois desta curva... 
Pegar a balsa e voltar para a Ilha!


O que fica é o desejo e a promessa de voltar para conhecer mais a fundo as riquezas históricas e arquitetônicas desta cidade linda.


O retorno não poderia ser mais deslumbrante. 
Com o sol emprestando sua cor e tingindo de dourado esta imensidão de águas repletas de golfinhos, que emergem o tempo todo, acompanhando o passeio sob este céu azul e o frio vento invernal que remetem a um charmoso clima europeu...


De volta à Ilha fica a sensação de quero mais... 

Fiquei mais um tempo por aqui, até o sol se deitar completamente e levar consigo as maravilhosas cores que tingiram este delicioso fim de tarde!

Mas, acabou... Bora para casa e até o próximo passeio!


Espero que tenham gostado desta prévia da cidade de Cananéia... 

Prometo voltar com novas imagens e mais lugares maravilhosos desta simpática cidade que enche de encantos o nosso paraíso!


You Might Also Like

7 comentários

  1. Amo Cananéia...a cidade natal da minha mãe.

    ResponderExcluir
  2. Também estou amando conhecer esta cidade... Incrível, mágica e cheia de história!

    ResponderExcluir
  3. obrigada Mônica Novaes, por retratar tão bem, não só nas fotos mas as suas falas, sobre a minha Ilha de Cananéia. Sou suspeita, pois lá nasci, numa das casa da rua do mar,casa do meu avô Totó, onde fui muito feliz. Espero que você volte lá quantos vezes quiser, para passar mais momentos felizes como esses. Grande abraço, obrigadão. Ligia do Valle Barreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você nem imagina como seu comentário me deixa feliz!!!!
      Ler isso, de alguém que já morou lá me anima muito... Certamente voltarei, quero conhecer cada cantinho deste lugar delicioso.

      Obrigada por curtir e comentar. Bjs.

      Excluir
  4. Eu também adoro Cananéia, mas.. nunca fui de balsa vou esperimentar, achei fantastica sua matéria, simplesmente amei!!!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Eugenia!
    Vai sim... Você vai se apaixonar.

    ResponderExcluir
  6. Olá, amei a materia do blog, tenho uma dúvida: a primeira foto é exatamente de que local? parece ter águas bem calminhas própria para levar bebês. Gostaria de encontrar este lugar. Ficaria muito grata se você pudesse me responder. abraços!

    ResponderExcluir